segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Dia dos Pais


Pai: Nosso primeiro Herói.

Lembro-me do meu pai com tanto carinho e saudade... E hoje sou o que sou graças aos seus ensinamentos para vida. Deu-me amor, carinho, atenção, soube me agradar na hora certa e dar uma bronquinha quando necessário, mas sempre com ternura. São os momentos ficam para sempre, não os presentes ou coisas materiais porque elas acabam. Permanece o afeto que recebemos. Este se conserva guardado no nosso coração. Engana-se quem pensa que "só dando presentes" recebe  amor e respeito dos filhos. É preciso cultivar afinidade, apego, carinho, dar limites e ficar atento no dia a dia. Não é uma tarefa fácil, exige um amor incondicional, mas, é muito gratificante.

Por isso, vou contar para você uma história de pai e filha, onde   participei desse episódio. Achei interessante e tinha tanto bem-querer do pai para com a filha e vice-versa que decidi aceitar o desafio de fazer um boneco parecido com o desenho e com o pai.

Vamos lá... Chega de suspense!


Certo dia o amigo da minha irmã me ligou querendo que eu fizesse um boneco a partir do desenho que a filha fez quando tinha seis anos. Hoje ela já é moça e vive nos Estados Unidos.

A garota que estava longe do pai e com saudades lembrou do desenho e da frase "Eu te amo", que havia feito quando criança. Escreveu para pai redesenhando a figura. Ele por sua vez, de forma carinhosa, guardou durante todos esses anos o desenho original.  E quando recebeu a mensagem, teve a ideia de fazer um boneco, e mandar para a sua filha. Seria uma maneira terna de dizer que estaria ao seu lado, mesmo a distância.

O resultado foi: Pai e filha felizes. E eu, me senti muito contente em ter colaborado para felicidade deles.



Desenho que a filha enviou.
Jaime, a esposa Silvia e o Jaiminho.
Lista de Materiais:
  • Tecido Bege 
  • Tecido Xadrez 
  • Retalho de tecido vermelho 
  • Retalho de tecido preto 
  • Tinta para tecido branca 
  • Caneta para tecido preta 
  • Fita preta 
  • Enchimento para almofada 
  • Cola para tecido
  • Termolina
    Detalhe da cabeça.

Explicação da Confecção do Boneco:

1- Analise e observação dos detalhes do desenho.

2- Cabeça: Fiz uma almofada redonda com o tecido bege. A diferença é que coloquei enchimento nas bochechas. Confeccionei o nariz e o costurei com pontos invisíveis. A boca, olhos e óculos foram feitos usando os tecidos vermelho e preto impermeabilizados com termolina, depois colei na almofada nas posições corretas. Os cabelos enroladinhos foram desenhados com caneta para tecido preta e com alguns detalhes com tinta para tecido branca para simular alguns fios de cabelos grisalhos.

Braços e mãos.
3-  Braços: Duas tiras duplas, sendo um terço no tecido xadrez e o restante com o tecido bege (veja o
boneco).  Depois de costuradas acrescentei enchimento para dar volume.

4- Mãos: Feitas à parte e depois pregadas aos braços.

5- Pernas: Duas tiras duplas no tecido xadrez, costuradas e com enchimento para dar volume.




6- Sapatinhos feitos à parte e unidos às pernas.
7- A seguir coloquei as partes junto à cabeça, conforme o desenho,
fechei a almofada costurando os dois lados (frente e verso da cabeça), deixando apenas uma pequena abertura para o enchimento. Finalizei o boneco desenhando fios cabelos da parte de trás. Pronto! Assim nasceu o Jaiminho.                    

Gostaram da história? Até a próxima.


                           
Feliz Dia dos Pais!

                                     
Compartilhe conhecimento.





Nenhum comentário: